Ciência com Impacto Podcast

Podcast T2E2: Catarina Casanova - Uma Portuguesa entre Gorilas e Chimpanzés

December 15, 2020 Ciência Com Impacto Season 2 Episode 2
Ciência com Impacto Podcast
Podcast T2E2: Catarina Casanova - Uma Portuguesa entre Gorilas e Chimpanzés
Chapters
Ciência com Impacto Podcast
Podcast T2E2: Catarina Casanova - Uma Portuguesa entre Gorilas e Chimpanzés
Dec 15, 2020 Season 2 Episode 2
Ciência Com Impacto

O que motiva uma cientista portuguesa a estudar grandes símios? E, uma vez que Portugal não tem primatas entre a sua fauna, como é que isso se faz? – estas duas questões não podiam faltar na conversa com Catarina Casanova, a mais prestigiada primatóloga nacional.

A conversa também seguiu outros rumos. Quais as grandes ameaças que pairam sobre a sobrevivência de gorilas, chimpanzés e orangotangos e como poderemos combater a caça furtiva e a deflorestação dos seus territórios – em muitas casos, para se plantarem monoculturas de óleo de palma.

Mas não só. Que semelhanças biológicas e culturais nos aproximam destes nossos parentes próximos – os únicos que sobreviveram até à atualidade. E de que forma é que o seu estudo pode ser uma janela para entendermos o comportamento dos nossos ancestrais humanos e, eventualmente, a evolução e o desenvolvimento das nossas sociedades.

Uma conversa a não perder.

Show Notes

O que motiva uma cientista portuguesa a estudar grandes símios? E, uma vez que Portugal não tem primatas entre a sua fauna, como é que isso se faz? – estas duas questões não podiam faltar na conversa com Catarina Casanova, a mais prestigiada primatóloga nacional.

A conversa também seguiu outros rumos. Quais as grandes ameaças que pairam sobre a sobrevivência de gorilas, chimpanzés e orangotangos e como poderemos combater a caça furtiva e a deflorestação dos seus territórios – em muitas casos, para se plantarem monoculturas de óleo de palma.

Mas não só. Que semelhanças biológicas e culturais nos aproximam destes nossos parentes próximos – os únicos que sobreviveram até à atualidade. E de que forma é que o seu estudo pode ser uma janela para entendermos o comportamento dos nossos ancestrais humanos e, eventualmente, a evolução e o desenvolvimento das nossas sociedades.

Uma conversa a não perder.